Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/trabalho/public_html/wp-content/plugins/meta-tag-manager/meta-tag-manager.php on line 116

Trabalhos da disciplina ‘Ciências’

Arquivado em (Ciências) by Dálete on julho-20-2009

Na atual situação do mundo, com o aumento de desmatamento, queimadas e poluição, muitas são as espécies que estão em risco de extinção. Aqui no Brasil, podemos citar o lobo-guará, como um animal vulnerável e o macaco-uacari que está em perigo, um animal em perigo crítico é o condor-da-califórnia e um animal já extinto é o dodô.

Os animais entram em perigo por vários motivos, os tigres, por exemplo, são constantemente caçados por ser considerado com poderes medicinais, os elefantes são caçados para retirarem o marfim, que tem um grande valor comercial, assim como a pele da zebra.

Dos animais já extintos, também vemos motivos variados, o dodô, era um pássaro que não voava e por isso era uma presa fácil, para as pessoas. Os mamutes, provavelmente morreram, ironicamente, de calor, sua pele grossa e peluda, talvez o tenha impedido de suportar o calor que veio depois da era do gelo. Isso, a extinção dos mamutes, talvez tenha sido a causa da extinção dos tigres-dente-de-sabre, que se alimentavam desses animais.

No mundo todo, vemos animais em risco de extinção, os pandas-gigantes da China, o lobo-vermelho dos Estados Unidos, os dromedários da Mongólia, os kakapos das ilhas da Oceania e é claro muitos outros, mas o que mais chama nossa atenção é o animal mais ameaçado do mundo, a ararinha-azul, ela tem esse titulo, porque existe apenas um representante livre dessa espécie.

Isso tudo é muito triste, mas podemos reverter essa situação, cuidando melhor do mundo.



Arquivado em (Ciências) by Dálete on abril-27-2009

Existem diversas formas de classificar o lixo. As principais, são classificar quanto a sua origem, a sua composição química e quanto ao perigo que oferecem:

1) Quanto à sua origem (fontes geradoras):

1.1- Público: É obtido através da varrição das vias públicas, limpeza de praias, galerias, córregos, restos de podas de plantas, limpeza de feiras livres, etc.

1.2- Industrial: É o lixo que resulta dos processos de produção industrial, esse lixo varia de acordo com a indústria, assim indústrias metalúrgicas, alimentícias e químicas tem um lixo bem diferente, requerendo assim um tratamento diferente de uma para outra.

1.3- Hospitalar: Lixo proveniente de hospitais e clinicas, é formado em sua maioria por, seringas, agulhas, luvas, sondas e demais materiais descartáveis. Esse lixo representa um grande perigo à saúde, pois pode estar contaminado com microorganismos causadores de doenças.

1.4- Domiciliar: É o lixo produzido em casas ou apartamentos residenciais.

1.5- Comercial: Lixo resultante de estabelecimentos comerciais. É o que pode conter a maior porcentagem de resíduos recicláveis, por exemplo, um escritório, tem grande quantidade de papéis e, portanto, podem ser destinados para a reciclagem.

2) Quanto à sua composição química:

2.1- Orgânico: Restos de alimentos, cascas de frutas, de legumes e de ovos, cabelos, podas de jardim, excremento de animais, etc.

2.2- Inorgânico: Se divide em recicláveis e não recicláveis.
Obs.: Os resíduos inorgânicos, de certa forma, também são biodegradáveis, mas apresentam diferentes velocidades de degradação.

3) Quanto ao perigo que oferecem:

3.1- Perigosos: Esse tipo de lixo apresenta risco à saúde pública ou ao meio ambiente. Podem ser corrosivos, inflamáveis, reativos, tóxicos ou patológicos. Exemplos: resíduos hospitalares, pilhas, baterias, lâmpadas fluorescentes, medicamentos e produtos químicos vencidos, embalagens de produtos químicos em geral, restos de tintas e solventes, etc.

3.2- Não perigosos: Podem ser inertes ou não inertes.



Arquivado em (Ciências) by Dálete on abril-24-2009

Você já se perguntou o que acontece com a comida quando você engole? Para onde vai essa comida? Para saber, leia um pouco mais sobre o Sistema Digestório.

O sistema digestório já teve vários nomes, primeiro se chamava tubo digestivo, mas perceberam que esse sistema não se parece com um tubo então passou a ser sistema digestivo. Mas todos os outros sistemas acabavam com “ório” e só ele com “ivo”, então mudou e agora é assim: Sistema Digestório.

O sistema digestório, tem como função principal a digestão e para fazer isso, conta com 7 orgãos. Primeiro a comida entra pela boca, passa pela faringe e entra no esôfago, depois permanece no estômago até a digestão estar pronta, então se encaminha ao intestino delgado, passa por ele e entra no intestino grosso e finalmente, sai pelo ânus.

Durante a digestão, o corpo absorve os nutrientes e o que sobra, viram as fezes. Nossa, a comida percorre um longo caminho!



Arquivado em (Artes, Bandeira, Ciências, Cultura, Espanhol, Geografia, História, Inglês, Literatura, Matemática, Português) by Dálete on abril-23-2009

Curiosidades, biografias e  muito mais. Tudo para te ajudar em suas pesquisas ou trabalhos escolares você encontrará neste site em breve. Aguarde.